Abadia São Geraldo


A Abadia São Geraldo é uma comunidade monástica da Congregação Húngara da Ordem Beneditina, fundada pelos monges provindos da milenar arquiabadia de Pannonhalma, na Hungria. Os primeiros monges que aqui chegaram na década de 1930, cuidavam da cura de almas da colônia húngara. Nos anos 40, fundaram uma casa conventual denominada Nova Pannonhalma – uma remissão à casa mãe. Com o passar dos anos, essa casa tornou-se pequena e, desse modo, foram obrigados a procurar um local maior para suas acomodações, além de ampliar seus trabalhos pastorais. Em 1951, a comunidade se transferiu para um prédio da Pontifícia Universidade Católica, no bairro de Santa Cecília, quando foi instalado o Mosteiro São Geraldo e fundado o colégio que se tornaria importante referência do ensino na cidade de São Paulo e ao qual deram o nome do príncipe húngaro Santo Américo.

Um decreto da Santa Sé, de 8 de dezembro de 1953 elevou a comunidade monástica a Priorado Conventual.

Acompanhando a expansão do Colégio Santo Américo, a comunidade mudou-se em 1963 para a região do Morumbi, onde até hoje permanece.

Em 8 de junho de 1989, o Priorado ganhou status abacial, tendo como seu primeiro abade, D. Ernesto Linka.

Prosseguindo com o aprofundamento da vida monástica, foi fundada em Itapecerica da Serra, em 6 de agosto de 1992, a Cela São José, um ambiente propicio à vida contemplativa e claustral.